Regis Bonelli

Doutor em Economia pela University of California-Berkeley e Bacharel em Engenharia pela PUC/RJ. É atualmente membro do CODACE — Comitê de Datação de Ciclos Econômicos. Suas principais áreas de interesse profissional são Crescimento Econômico e Economia do Desenvolvimento.

Boletim Macro Ibre: A retomada e o sentido de urgência das reformas

A confirmação de que a economia brasileira está se recuperando é uma ótima notícia. Conforme a retomada avance, o quadro econômico e político, assim como o foco dos analistas, vai mudar. Com o tempo ela deve trazer não apenas uma queda do desemprego, como a muito aguardada recuperação das receitas tributárias, aliviando o quadro de penúria fiscal.

PTF, ou a "medida da nossa ignorância", faz 60 anos

Em 2017 comemoram-se 60 anos da publicação de um dos mais influentes textos de economia aplicada de todos os tempos. De autoria de Robert Solow, prêmio Nobel de Ciências Econômicas em 1987, “Technical Change and the Aggregate Production Function” veio à luz na publicação The Review of Economics and Statistics de agosto de 1957. 

Boletim Macro Ibre: País se aproxima de momento de decisão

A inflação está controlada, os juros caem e há sinais, ainda que tímidos e incertos, de retomada. A situação fiscal, entretanto, continua muito complicada. No curto prazo, o déficit primário é elevado e não dá sinais de queda significativa. No front estrutural, aproxima-se a hora da verdade da votação em plenário da reforma da Previdência, com o risco de serem aprovadas mudanças muito diluídas em relação à proposta que foi ao Congresso.

PIB e desemprego: anatomia de uma recessão

A divulgação pelo IBGE, no início de março, dos resultados do PIB do último trimestre de 2016 — logo, do ano como um todo — não trouxe grandes surpresas para os que acompanham a evolução do nível de atividade da economia brasileira: a queda de 3,6% no ano, em seguida à de 3,8% em 2015, já era esperada pela quase totalidade dos analistas.

Subscrever RSS - Regis Bonelli