Solange Monteiro

Fôlego cearense

A saída da recessão econômica deverá chegar com mais vigor no Ceará. A queda da taxa de juros real, que permite barateamento do crédito e retomada do consumo, e as operações da Companhia Siderúrgica de Pecém (CSP), que concluirá seu primeiro ano completo de atividades, são os principais vetores que levam o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), vinculado ao governo do estado, a estimar um crescimento em torno de 1,2% para o PIB do estado em 2017, 0,4 ponto percentual acima do PIB brasileiro projetado pela FGV IBRE no Boletim Macro de outubro.

Programa de concessões municipais e o saneamento

A decisão do governo de colocar o saneamento entre as prioridades da infraestrutura ganhou um novo impulso nesta quarta-feira (12) com o lançamento do Programa de Apoio às Concessões Municipais, que prevê R$ 11,7 bilhões em linhas de crédito e programas de incentivos, dos quais R$ 2 bilhões serão dedicados a iniciativas relacionadas a água, esgoto e manejo de resíduos sólidos.

Subscrever RSS - Solange Monteiro