Leia a entrevista de Fernando Veloso para a revista Conjuntura Econômica de março

16/03/2018

Desde a década de 1980, a produtividade brasileira tem crescido pouco, e as reformas que surgiram para reverter esse cenário têm sido sufocadas pela quantidade de velhas e novas barreiras que distorcem o ambiente de negócios no país. Fernando Veloso, pesquisador da FGV IBRE especialista no tema, defende a necessidade de se abrir caminho para que a alocação de recursos de empresas menos produtivas para as mais produtivas aconteça no Brasil.

Em entrevista à Conjuntura Econômica, Veloso afirma que esse esforço também precisa ser acompanhado do aperfeiçoamento de políticas de educação e treinamento, que costumam ser debatidas de forma desconectada da agenda de crescimento. “Quando você faz uma reforma do ambiente de negócios, o impacto é muito maior se trabalhadores e empreendedores tiverem mais capital humano. E se você educa as pessoas, elas terão um retorno muito maior se estiverem em um ambiente de negócios mais eficiente, com menos barreiras”, conclui. Leia entrevista completa no Portal IBRE.

Deixar Comentário

Veja também