O papel do Estado na provisão de serviços públicos e no desenvolvimento econômico

30/10/2018

O papel do Estado na economia pode, de maneira simplificada, ser organizado em duas dimensões. Na primeira, temos o Estado que dá maior segurança aos cidadãos e procura reduzir a desigualdade de oportunidades por meio da oferta de serviços públicos como saúde, educação, programas de assistência social etc.

Na segunda, está o grau de intervenção direta do poder público sobre o funcionamento dos mercados: papel e extensão das empresas estatais, marcos regulatórios setoriais, concessão de crédito subsidiado para incentivar alguns setores da economia em detrimento de outros, grau de fechamento da economia ao comércio internacional etc. 

Um exemplo ajuda na distinção das duas dimensões: Estado de bem-estar social e Estado interventor. É possível haver um amplo e generoso programa público de seguro-desemprego, como ocorre, por exemplo, nos países nórdicos, e, por outro lado, haver grande liberdade contratual entre o trabalho e o capital, também situação vigente entre os escandinavos. 

Leia a coluna "Ponto de Vista" da edição de outubro da Revista Conjuntura Econômica aqui.

As opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade exclusiva do autor, não refletindo necessariamente a opinião institucional da FGV. 

 

Deixar Comentário

Veja também