Por que deve haver ajuste em 2019?

17/08/2018

Na Ponto de Vista do mês passado, notei que vivemos pleno descolamento entre a economia e a política. As incertezas eleitorais que até maio não contaminavam o mercado passaram a pressionar fortemente as operações de renda fixa. Mesmo com inflação contida – deve fechar o ano pouco abaixo de 4%, apesar da forte desvalorização cambial –, o mercado projetava na segunda-feira, 30 de junho, elevação de pouco menos de 1 ponto percentual da Selic em 2018 e novas subidas em 2019.

Leia aqui o texto completo da Ponto de Vista de agosto/2018:

Deixar Comentário

Veja também