Iuri Viana

Bacharel em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente é  Coordenador da Sondagem da Construção e da Sondagem de Serviços da  FGV.

 

O mercado imobiliário e a melhora dos indicadores da construção

Em setembro, o Índice de Confiança da Construção (ICST) retrocedeu 0,5 ponto após uma sequência de três altas. Ainda assim, o indicador se manteve no patamar equivalente ao do último trimestre de 2014, próximo de uma percepção neutra sobre a atividade, mas ainda na zona cinzenta do pessimismo.

Expectativas com o MCMV se reduzem

Semestralmente, desde junho de 2015, a Sondagem da Construção tem introduzido alguns quesitos especiais para as empresas participantes dos programas governamentais Minha Casa Minha Vida (MCMV) e Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Com esses quesitos, é possível avaliar a evolução dos negócios e as perspectivas, assim como diferenciar a percepção dessas empresas daquelas que estão fora dos programas. Ou, em última análise, apontar se os programas estão contribuindo para melhorar o cenário setorial.

A construção digital parte 2

Em março último, a Sondagem da Construção incluiu algumas questões relativas ao Building Information Modeling (BIM), com o objetivo de verificar o conhecimento e uso da tecnologia entre as empresas da construção. O tema foi tratado neste post no Blog do Ibre, publicado em abril. A pesquisa foi realizada novamente em setembro, com novas questões, desta vez buscando saber quais as fases de uso, assim como as razões para a não utilização da tecnologia.

Subscrever RSS - Iuri Viana