Viviane Seda Bittencourt

Mestre em Finanças e Economia Empresarial pela Escola de Pós-Graduação em Economia (EPGE/FGV) e bacharel em economia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Coordenadora da Superintendência Adjunta de Ciclos Econômicos do IBRE, responsável por diversas pesquisas como:  Sondagem do Consumidor, Sondagem de Bem-Estar, Formação de Preços, Competitividade, Crédito e outras.

Liberação de recursos do FGTS: diferença nos cenários de 2017 e 2019

No final de 2016, a equipe do Presidente da República Michel Temer anunciou uma série de medidas com o objetivo de estimular a economia, que estava prestes a sair de uma de suas mais longas recessões. Uma das medidas gestadas naquela ocasião foi a liberação dos recursos de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)[1].

Perspectivas sobre economia e emprego sob a ótica do viés político

Desde que as primeiras medidas de confiança do consumidor foram elaboradas na Universidade de Michigan por George Katona no final da década de 1940, as relações entre estes indicadores e os ciclos econômicos têm sido sistematicamente investigadas, criando uma vasta literatura sobre o assunto.

Subscrever RSS - Viviane Seda Bittencourt