Daniel Duque

Daniel Duque é mestre em ciências econômicas na UFRJ e pesquisador do FGV IBRE, na área de Mercado de Trabalho.

O que está acontecendo com a renda média na pandemia?

Em meio a crises econômicas, com altas da taxa de desemprego, aumento do número de trabalhadores procurando qualquer ocupação, com qualquer rendimento, a renda média tende a sofrer forte queda. No entanto, em meio à atual crise derivada da pandemia, o gráfico abaixo mostra que, ao contrário da crise de 2015-16, a média da renda habitual se elevou de forma abrupta, com a maior variação real interanual da série histórica, que começa em 2013. O que poderia, portanto, explicar tal paradoxal fenômeno?

Auxílio Emergencial faz pobreza cair em plena pandemia

Esse artigo estima os impactos do Auxílio Emergencial sobre a Pobreza usando os microdados da PNAD Covid.

O Auxílio Emergencial foi uma política de transferência de renda em grande volume para contrapor os efeitos da pandemia no mercado de trabalho. Proposta por iniciativa do Congresso em março de 2020, o programa garante R$ 600 por três meses para trabalhadores informais e desempregados, com o benefício chegando a R$ 1200 para mães solteiras.

Renda Básica: um desenho factível e uma proposta de Implementação

A Renda Básica da Cidadania (RBC) tem se apresentado como uma saída para o aumento da vulnerabilidade de grande da população devido às mudanças tecnológicas - solução que também se colocou para um cenário sócio econômico impactado pelos efeitos da pandemia. Assim, tem crescido a discussão sobre tal programa no cenário brasileiro - tendo em vista que, apesar de suas vantagens, independentemente do seu desenho, seria uma política relativamente cara para os padrões brasileiros.

Distribuição de renda no Brasil e o papel dos rendimentos além do trabalho para a desigualdade: uma análise do período 2012-19

No último mês, foram divulgados os microdados da Pnad Contínua Anual, do IBGE, referentes ao ano de 2019. Diferentemente dos da Pnad Contínua Trimestral, em que os dados de rendimentos são relativos apenas ao universo do trabalho, aqueles trazem consigo informações a respeito de todas as fontes de rendimentos que um indivíduo pode vir a ter.

Mensalizando a PNADC: os impactos da pandemia sobre o mercado de trabalho

O IBGE, desde 2012, realizou um esforço de consolidação de suas pesquisas amostrais de mercado de trabalho, que se dividiam entre a Pesquisa Mensal do Emprego (PME), de frequência mensal, mas cobrindo apenas seis Regiões Metropolitanas, e a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), que cobria todo país, mas com frequência anual. O resultado desse esforço foi a PNAD Contínua, que tem abrangência nacional e periodicidade trimestral.

Renda básica: é hora de o Brasil ousar em sua política social?

O economista Samuel Pessôa, em sua coluna semanal na Folha, levantou uma possibilidade de o Brasil adotar algo como uma Renda Básica da Cidadania (RBC), proposta desde tempos anteriores por diversos economistas e políticos brasileiros (sendo seu maior expoente o ex Senador Eduardo Suplicy). Também recentemente, o Senador José Serra propôs um programa semelhante em seu mandato.

Taxa de participação no Brasil terá queda recorde, suavizando alta do desemprego

A PNAD Contínua do primeiro trimestre de 2019 revelou já os prováveis impactos da pandemia da Covid-19 no mercado de trabalho. Após três trimestres móveis com a população ocupada (PO) crescendo cerca de 2% ao ano, neste último terminado em março, houve crescimento interanual da PO de apenas 0,4%, puxada principalmente pelo setor público.

Taxa de formalidade voltou a crescer, quando se inclui os conta própria com CNPJ

Desde o fim da crise econômica de 2015-16, o mercado de trabalho tem se recuperado gradualmente, e acompanhado de um aumento expressivo da taxa de informalidade. Trabalhadores geralmente são considerados informais quando não estão em situação legal regular em sua ocupação. No entanto, como aplicar esse conceito às medidas de informalidade pode variar, conforme são consideradas mais ou menos categorias como informais. Estaria a taxa de informalidade crescendo atualmente sob quaisquer formas de medi-la?

Deflator por faixa de renda mostra que desigualdade piorou ainda mais desde o início da recessão

A desigualdade tem sido um tema recorrente desde quando, durante o início da recessão de 2015 e 2016, se tem registrado um aumento da disparidade de renda no Brasil, que ainda não mostrou tendência de reversão, apesar da melhoria do ambiente econômico nos últimos anos. No entanto, ao calcular tais indicadores, normalmente se assume que todos os indivíduos em um período sofrem de uma mesma tendência de aumento de preços (como o IPCA).

Páginas

Subscrever RSS - Daniel Duque